Comparativo das Soluções para Acabar com as Crises de Asma

Doença das vias respiratórias, a asma afeta quase 7% da população em Portugal. É a doença crônica mais comum entre os jovens e afeta 15% das crianças e adolescentes em idade escolar. Mas a asma também pode é, claro, acontecer a qualquer idade.

Uma crise de asma pode impressionar e, sobretudo, pode preocupar. Quais são as suas causas e sintomas ? Como pode ser tratada ? O que fazer durante uma crise ? Como evitar uma crise ? My-Pharma.info responde a todas as perguntas que tem neste guia completo sobre a asma !

Os tratamentos da asma abordados no nosso site

Clique para aceder às fichas completas :

O que é a asma ?

illustration crise d'asthmeA asma é uma patologia inflamatória crónica dos brônquios que associa vários processos e, em particular, uma hiper reactividade dos brônquios, um espessamento das paredes e uma inflamação local.

Se sofre de crises de asma, os seus brônquios se contraem e desenvolvem edema. Os brônquios têm então um diâmetro reduzido, irão ficar entupidos e impedir a circulação do ar. A frequência e intensidade das convulsões variam de paciente para paciente. Elas podem durar de alguns minutos a várias horas.

A respiração volta novamente ao normal entre duas crises. A asma é responsável cada ano por quase 60.000 hospitalizações e cerca de 1.000 mortes.

Os diferentes tipos de asma

Ao contrário do que se pode pensar, não existe um tipo de asma, mas sim vários tipos de asma. Os listamos aqui para si :

  • Asma crônica

É a asma mais comum e é irreversível. Existem vários tratamentos que podem aliviar os que dela sofrem ao quotidiano, mas não existe nenhum que cure completamente este tipo de asma.

O paciente que sofre de asma crônica pode ter dificuldade em respirar na presença de agentes irritantes ou sob stress, por exemplo. Pode ser mais ou menos grave e as crises podem também ser mais ou menos severas.

  • Asma persistente

Este tipo de asma é mais difícil de suportar pelo paciente, pois é caracterizada por várias crises por semana, dificuldade em respirar todos os dias, especialmente na parte da manhã e à noite antes de dormir. Um tratamento será prescrito em suplemento de um broncodilatador.

  • Asma de esforço

Como pode imaginar, este tipo de asma aparece quando o paciente faz um esforço físico significativo. Se isso acontecer consigo, pode ocorrer uma grande crise se não fizer um tratamento muito rapidamente.

  • Uma crise de asma grave

Este tipo de crise pode ser muito grave e pode colocar em risco a saúde do paciente. Se sofrer de um ataque agudo de asma, é importante consultar o seu médico o mais rápido possível ou ir às urgências. Ai irá ser tratado até a crise acabar.

As causas da asma

As principais causas da asma são genéticas e ambientais. Em 80% dos casos, os ataques de asma são de origem alérgica. Encontre aqui uma rápida visão geral das possíveis causas da asma :

  • Os alérgenos

Existem vários tipos de alérgenos que são responsáveis ​​por crises de asma :

Todos conhecemos, naturalmente, os ácaros, pequenos animais microscópicos que estão presentes no pó ou na cama, mas ainda existem também as baratas ou animais de estimação que fazem parte dos alérgenos presentes durante todo o ano.

  • Os irritantes e a poluição

Os poluentes externos podem ser a causa de uma crise de asma. Estes incluem a poluição automóvel, o fumo de chaminé, ozônio ou dióxido de carbono. O risco de crises é maior, especialmente em crianças, se morar numa zona onde a poluição do ar é importante.

O tabagismo passivo aumenta o risco de desenvolver asma em crianças. Preste também atenção à poluição doméstica e, portanto, aos vapores de cola, aos produtos químicos, sprays ou tintas.

  • As emoções fortes

Durante emoções fortes, a sua taxa de respiração irá aumentar, causando uma contração dos brônquios e, portanto, uma crise. Este é particularmente o caso quando um paciente está stressado, ri, chora ou está zangado.

  • Certos medicamentos

Alguns medicamentos, incluindo a aspirina, não devem ser tomados quando o paciente tem asma. Infecções do trato respiratório, como bronquite ou gripe, podem causar uma crise de asma.

  • A genética

Estudos salientaram uma componente genética como causa da asma. Eles indicam uma predisposição familiar e genética em vez de transmissão da doença. Apontaram também que anormalidades genéticas podem aumentar o risco de ter asma, mas não necessariamente a causam.

Como saber se tem asma : os sintomas

Existem duas categorias principais de sintomas : quotidianos e intermitentes. Vamos explicar aqui as diferenças :

  • Os sintomas quotidianos 

Nesta categoria, encontramos sintomas que aparecem fora de uma crise. A noite antes de ir para a cama, depois de acordar, depois de um intenso esforço, o paciente que sofre de asma irá ter dificuldade em respirar normalmente. Isso é chamado de dispneia. O paciente, sente muito rapidamente falta de ar que o pode magoar e forçar a parar qualquer esforço físico.

Com estes sintomas, existe também chiado, que geralmente é acompanhado por uma tosse seca e repetida. Também é muito comum que o paciente reclame de um aperto no peito.

  • Os sintomas intermitentes

Estes sintomas anunciam a chegada de uma crise que poderá ser mais ou menos aguda. Quando o paciente vai ter uma crise de asma, ou seja, quando esta se aproxima, ele pode sentir um aumento significativo da sua frequência cardíaca, conhecida como taquicardia.

Ele também pode suar, tossir ou sentir-se ansioso. Se isso acontecer consigo, deve fazer o tratamento rapidamente, acalme-se para evitar que a crise se desenvolva mais.

Pode acontecer que a crise seja séria e que precise de chamar ajuda. Faça isso se tiver dificuldade em expressar-se adequadamente, se os seus lábios ou dedos ficarem azuis, ou se o que disser for confuso.

Como é diagnosticada a asma ?

Os sintomas são frequentemente suficientes para diagnosticar uma pessoa asmática. Ao contrário do que se pode pensar, pacientes com asma não apresentam nenhuma anomalia na radiografia de tórax.

Estes são os principais métodos utilizados no diagnóstico da asma :

  • Medidor de fluxo expiratório

Este é um pequeno dispositivo cujo papel é de medir o pico do fluxo expiratório. Isso equivale à velocidade máxima na qual o ar pode circular durante uma expiração forçada, quando os pulmões foram inflados ao máximo.

Este dispositivo irá permitir aos pacientes de monitorizar a sua respiração diariamente e, de preferência, de manhã e à noite. Dependendo do valor, o médico irá prescrever o tratamento adequado.

Se durante uma medição achar que o número está muito baixo, não deve esperar para marcar uma consulta com o seu médico.

  • As provas de função respiratória

Este é o meio mais eficaz de verificar e controlar a asma. Ele irá medir certos parâmetros para avaliar a função respiratória e o grau de asma. Este exame deve ser feito uma vez por ano. As provas de função respiratória são um teste que não faz mal e que é comparticipado pelo SNS.

O tratamento da asma

Existem tratamentos para a crise e para alívio imediato e tratamentos de longo prazo. Nós os detalhamos aqui :

  • Os broncodilatadores de ação rápida

Estes medicamentos são de curta e rápida atuação. Eles são geralmente prescritos para aliviar uma crise ou episódios de tosse. Um broncodilatador irá atuar de maneira que o estreitamento dos brônquios permita que eles se dilatem.

Quando o paciente toma este tipo de tratamento, na maioria dos casos ele irá sentir uma melhoria muito rápida e irá respirar melhor após alguns minutos. O raio de ação de um broncodilatador é de 4 a 6 horas.

Quando sofre de asma devido ao esforço intenso, ele pode ser tomado antes do exercício. Quando sofre de asma, é importante sempre ter à mão o broncodilatador prescrito pelo seu médico, porque uma crise pode acontecer em qualquer lugar e a qualquer hora.

Este tipo de tratamento deve ser usado por um curto período de tempo. Se precisar de mais de 4 doses por semana de broncodilatador de ação rápida, deve consultar o seu médico. Se precisar de mais doses, isso significa que a asma piorou.

  • Os broncodilatadores de longa duração

Este tipo de tratamento é cada vez mais prescrito como tratamento de base diária. Ele ajuda a evitar crises. Um broncodilatador de longa duração, no entanto, não pode ser prescrito a pacientes que também estejam a tomar um medicamento anti-inflamatório.

  • Aerossóis de dosagem (como o Seretide)

Os aerossóis de dosagem são um tratamento que irá permitir que o medicamento atinja diretamente as vias respiratórias do paciente. O seu uso é, no entanto, complicado e é muito comum que os pacientes o usem mal, o que obviamente reduz a sua eficácia.

Peça ao seu farmacêutico para lhe explicar o seu uso, porque as instruções nem sempre são suficientes. Durante as primeiras utilizações, faça o seu tratamento na frente do espelho para verificar que este não fique embaciado. Isso significa que o tratamento esta a ser bem feito.

  • Os corticoides inalados

Este tipo de tratamento é baseado em medicamentos anti-inflamatórios brônquicos. Alguns pacientes precisam de tomar tratamentos anti-inflamatórios por vários anos. O que permite controlar a inflamação dos brônquios do paciente, mas também a evolução da doença, evitando assim o agravamento da asma e, portanto, o número de crises.

Este tratamento é prescrito quando a asma é persistente e que a pessoa sofre ao ponto de tomar mais de 4 vezes por semana os broncodilatadores. Este medicamento se apresenta sob a forma de aerossóis de dosagem ou de um pó seco.

  • Os corticoides em comprimidos

Quando o ataque de asma é grave e se a doença piorar durante uma bronquite, podem ser prescritos comprimidos de corticoides. Os pacientes para os quais este tratamento for prescrito têm asma grave que precisa ser monitorizada.

  • Os antileucotrienos

Estes medicamentos prescritos na forma de comprimidos atuam bloqueando a ação dos leucotrienos que são mediadores na inflamação das vias respiratórias. Os antileucotrienos são geralmente prescritos para prevenir a asma de esforço ou em tratamentos onde os corticoides inalados não foram suficientemente eficazes.

Quem consultar se pensa sofrer de asma ?

Tem chiado ? O seu filho muitas vezes está sem fôlego por nenhuma razão específica ? Não tem fôlego depois de um esforço ? É muito provável que tenha asma. Para descobrir, vai ser necessário consultar. Mas quem ?

A primeira pessoa que precisa de ver é, naturalmente, o seu médico de família ou pediatra, se for para o seu filho. Ele irá fazer perguntas para tentar confirmar o diagnóstico de asma e também poderá medir a sua respiração com um medidor de fluxo expiratório.

Pode acontecer que exames mais detalhados sejam necessários ou que o seu médico suspeite de asma. Nesse caso, ele irá aconselhá-lo a consultar um pneumologista. Os exames mais detalhados que ele irá fazer permitirão avaliar a importância da obstrução brônquica, característica da asma.

Quando o diagnóstico é feito, é essencial determinar as causas da asma, incluindo se elas são alérgicas. Então tem que ir consultar um alergista. Ele irá realizar testes de pele para ver se certos alérgenos irão desencadear uma reação. Saber quais as alergias pode prevenir ataques de asma. Em alguns casos, a dessensibilização pode ser considerada.

Crise de asma : O que fazer ?

Um ataque de asma pode ser impressionante de assistir e as pessoas nem sempre sabem o que fazer nessa situação. Um asmático na maioria dos casos é capaz de gerir a sua crise e tratá-la graças, em particular, aos broncodilatadores que ele conhece bem.

Se alguém ao seu redor tiver uma crise e não souber como lidar com isso, pode ajudar, tentando acalmá-la e tranquilizá-la. De fato, o stress pode agravar a crise e pode acontecer que o paciente fique ansioso.

Não hesite em dizer-lhe para respirar calma e profundamente. Se esta for a sua primeira crise, ele não terá um remédio em mãos. Nesse caso, coloque-o na posição em que ele se sinta melhor e chame o seu médico ou o INEM se a crise for muito forte.

Como saber se alguém ao seu redor tem uma crise grave de asma  ? Este é o caso se a crise durar mais de 10 minutos, se a pessoa tiver dificuldade em se expressar, se a falta de ar se tornar mais importante, se ele suar em profusão, se a sua pele tiver uma cor azul e se mostrar sinais de esgotamento.

Asma : podemos praticar desporto ?

Muitos asmáticos têm medo de praticar desporto porque acham que pode causar uma crise. Pare com os preconceitos ! Uma pessoa asmática pode praticar desporto e ficaria surpreso ao ver o número de atletas profissionais que têm asma.

sport

No entanto, é importante consultar o seu médico antes, porque em alguns casos de pessoas com asma, o esforço pode desencadear uma crise, mas é raro e depende do desporto praticado.

Na maioria dos casos, a prática de desporto é até recomendada e em particular a natação. A única atividade desportiva realmente desaconselhada ou proibida é mergulhar com uma garrafa.

Resumindo, o desporto é permitido e até aconselhado para controlar melhor a sua respiração e para ser mais resistente ao esforço. Em particular, permite às crianças não serem excluídas ou gozadas.

Os nossos conselhos para praticar desporto quando é asmático :

  • Faça um aquecimento gradual, pois isso o irá ajudar a reduzir a hiperventilação durante o exercício
  • Aprenda a respirar pelo nariz. Por quê? Simplesmente porque permite aquecer e umidificar o ar. Este será menos agressivo para seus brônquios
  • Tome um estimulante adrenérgico de tipo Seretide antes da atividade desportiva e, possivelmente, durante. Isso o irá ajudar a evitar uma crise.

Ao seguir estas dicas, a sua atividade desportiva irá correr o melhor possível !

Asma em crianças

Uma em cada dez crianças é afetada pela asma. Desde cerca de 10 anos, os casos são de fato cada vez mais numerosos antes dos 5 anos de idade, a serem diagnosticados como asmáticos. Como saber se o seu filho tem asma ? Quais são os tratamentos ? Como prevenir alergias ? Respondemos aqui a todas as perguntas que poderá ter !

  • Os sinais que o devem alertar

Alguns sinais e sintomas devem alertá-lo e o fazer marcar uma consulta com o seu médico ou pediatra. Se o seu filho, tiver por exemplo, pieira, se vir que ele está com dificuldade em respirar após um exercício físico, se ele tiver uma tosse seca, sobretudo à noite, é altamente provável que seja asma.

Se notar que uma constipação curada for prolongada por um longo episódio de tosse, também pode ser um sinal de asma.

  • O diagnostico da asma em crianças

Em crianças com cerca de 4 anos, o diagnóstico irá ser feito através de testes respiratórios funcionais. Eles procuram a hiper-reatividade brônquica. Será também realizada uma avaliação alergológica.

Em bebês, o diagnóstico de asma é mais complexo, porque os testes de função respiratória são mais complicados de serem realizados. Uma avaliação alergológica será prescrita e a evolução dos sintomas será determinante.

O diagnóstico precoce de bebês é importante e essencial para implementar rapidamente um tratamento eficaz.

  • O tratamento da asma em crianças

Para evitar o agravamento, é importante fazer um diagnóstico o mais rápido possível. Uma vez feito isso, vai ser obrigado a evitar, se a asma for alérgica, tapetes na sua casa, animais de estimação, se possível, e usar capas contra os ácaros da poeira.

O tratamento usa beta-miméticos inalados durante uma crise com 2 a 4 inalações. Para os pequenos, uma câmara de inalação será prescrita para que o tratamento seja bem realizado.

Um tratamento básico pode ser implementado e podem ser prescritos anti-histamínicos ou corticóides inalatórios.

O nosso conselho : não proíba ao seu filho de praticar desporto, pelo contrário ! Uma atividade desportiva é importante para desenvolver a sua capacidade respiratória.

Como prevenir a asma ? Os nossos conselhos

Encontre aqui alguns conselhos e dicas para limitar as crises de asma :

  • Se tiver um tratamento, não se esqueça de tomá-lo, mesmo se sentir que está tudo bem. Uma crise de asma acontece rapidamente !
  • Lembre-se de medir seu fluxo respiratório regularmente
  • Não fume e evite fumar passivamente
  • Cace os alérgenos do chão ao teto. Coloque uma capa anti-ácaros em volta do colchão, dos seus lençóis e almofadas. Ventile regularmente a sua casa. Aspire frequentemente a base da cama e debaixo da cama. Evite ninhos de poeira, algumas plantas e limpe regularmente os seus cortinados. Evite inseticidas e condicionadores de ar !
  • Evite ficar perto de animais de companhia
  • Se tiver uma constipação, não a deixe se instalar !
  • Evite o stress e algumas emoções, como raiva ou riso !

Ao seguir estas dicas, tem a garantia de limitar as suas crises !

Asma
4.8 (96.92%) 13 votes