Azitromicina
3.5 (70.58%) 121 votes

Azitromicina trata infecções respiratórias e genitais

As infecções de vias aéreas superiores

preço azitromicinaElas são a principal causa de atendimento de crianças em serviços de emergência. Pertencem a este grupo as otites (infecções do ouvido), sinusites, rinofaringites (infecção de nariz e garganta), faringotonsilites (infecções de garganta e amígdalas) e, merecendo atenção especial, as pneumonias.

Na verdade, são doenças que acometem a população geral (adultos e idosos) com uma frequência excepcional. Quem não teve uma destas afecções no último ano que atire a primeira pedra!

São todas doenças com potencial de gravidade, podendo evoluir com abscessos, surdez, crises febris, insuficiência respiratória e mesmo óbito (morte). Felizmente, a maioria das doenças de via respiratória adquiridas na comunidade são fáceis de tratar (não estamos nos referindo aqui às infecções hospitalares).

Infecções genitais

Outras infecções tratadas com Azitromicina incluem as uretrites, cervicites (infecções do colo uterino), cancro mole uma úlcera genital que sangra com facilidade, e a donovanose, que também é uma doença genital.

No caso específico dessas doenças, uma opção terapêutica de alta eficácia para os casos bacterianos é a Azitromicina, uma droga antibiótica excepcionalmente eficiente, adequada tanto para crianças quanto para adultos. 

E além da alta eficácia, quando a questão é preço, Azitromicina é ainda mais interessante. Isso porque além do baixo custo, ao se comparar com outros antibióticos, são necessários menos comprimidos e dias de tratamento para se atingir a cura, o que logicamente significa menos gastos ao fim da terapia.

>>>Se estiver no Brasil, visite nossa farmácia online parceira<<<

>>>Se estiver em Portugal, visite as nossas farmácias online parceiras<<<
EuroClinix ou Treated

Um excelente remédio fabricado pela Teva

A Teva é uma companhia de produtos farmacêuticos realmente antiga, tendo sido fundada em 1901. Oitenta anos depois a empresa começa negócios na Europa e então, com a virada do milênio, o laboratório que já somava mais de um século de experiência, resolveu investir na America Latina.

Um destaque importante é que a empresa figura hoje entre os líderes mundiais na produção de medicamentos genéricos, ou seja, remédios iguais, com a mesma eficácia e vendidos um custo muito menor. Teva acumulou ao longo dos anos um conhecimento no ramo da produção de medicamentos que não tem preço, Azitromicina sendo apenas um exemplo dos remédios de alto nível e baixo custo deste fabricante.

Outros produtos da empresa incluem Aciclovir, Amoxicilina com e sem ácido clavulânico, Atorvastatina, usada no tratamento de dislipidemias e Alopurinol, usado no tratamento da artrite gotosa.

Entenda a atuação eficiente da Azitromicina

Ação

A Azitromicina é um derivado sintético da Eritromicina, cientificamente falado, este antibiótico se liga à subunidade 50S dos ribossomos bacterianos, inibindo sua atividade. O que trocando em miúdos significa dizer que a Azitromicina bloqueia a produção de proteínas pela bacteriana, impedindo que a bactéria se multiplique e levando, em última análise, ao controle da infecção.

Embalagens e opções

Azitromicina é vendida em comprimidos de 250, 250, 500, 600 e 1000 mg. Também está disponível em suspensão oral (como se fosse um xarope), nas concentrações de 100 mg/5ml ou 200 mg/5ml, ideais para crianças. Naturalmente, a posologia vai depender do tipo de bactéria envolvido e de qual região do corpo está doente.

Apresentações e preços

preço azitromicinaQuanto ao preço, Azitromicina comprimidos tem um custo menor que a suspensão oral, cujo custo elevado se relaciona com a maior adaptabilidade da posologia. Independente desta relação, ambas as apresentações oferecem excelente custo benefício.

Existe ainda uma formulação para aplicação intravenosa, que é pouco prática e muito mais cara, pois depende de volumes de infusão relativamente grandes e por um longo tempo para atingir concentrações terapêuticas.

Mas, acima de tudo, é importante entender que cada apresentação é indicada para um paciente em específico. Determinadas vezes a troca de uma fórmula por outra não terá qualquer significado, outras vezes pode comprometer o tratamento ou determinar efeitos adversos desnecessários.

Um exemplo é o caso de tratamento de crianças, onde a dose precisa ser cuidadosamente calculada e a posologia do tratamento é definida por kg de peso. Logo, nestes casos os mais indicados serão os xaropes de 100 mg/5ml e 200 mg/5ml, onde podemos calcular com precisão a dose que será oferecida à criança.

Não indicamos que a escolha da apresentação seja baseada no preço, Azitromicina é uma droga excelente, mas deve ser tomada conforme orientação médica para alcançar eficiência máxima.

Posológia

  • Para tratar doenças sexualmente transmissíveis causadas por Chlamydia trachomatis (Cervicite), Haemophilus ducreyi (Cancro Mole) ou Neisseria gonorrhoeae (também envolvida nas cervicites) suscetível, a dose é de 1.000 mg em dose oral única, conforme a bula do remédio. Segundo o Ministério da Saúde (2008) o tratamento do Cancro Mole deverá ser feito com 1.000 mg por semana, durante três semanas. No caso das cervicites, além da Azitromicina, algumas fontes recomendam a associação de ceftriaxone 250 mg, intramuscular, dose única ou cefixima 400 mg, via oral, dose única.
  • Segundo a bula, para as maioria das outras indicações de Azitromicina, recomenda-se uma dose total de 1.500 mg, que pode ser divida em 3 dias, ou seja, um comprimido de 500 mg por dia durante 3 dias. Uma terceira opção seria distribuir estas 1.500 mg em 5 dias, sendo ingeridas 500 mg no primeiro dia e 250 mg por dia nos outros quatro dias.
  • No caso de crianças a dose máxima é limitada pelo peso, sendo normalmente sugerida uma dose total de 30 mg por kg que também pode ser distribuída em três ou cinco dias. No caso de 3 dias basta oferecer à criança 10 mg por kg por dia. Se a preferência for por administrar a droga em 5 dias a posologia sugerida é de 10 mg por kg no primeiro dia e 5 mg por kg nos outros quatro dias.
  • Para o tratamento da faringite estreptocócica sugere-se o esquema de 3 ou o de 5 dias, ao passo que para tratamento da otite média aguda, uma inflamação do ouvido, a dose de 30 mg/kg pode ser dada toda de uma vez. Em ambos os casos, como se tratam de crianças, a dose máxima diária deve ser de 500 mg, não mais que isso. No entanto, é válido dizer que, apesar da Azitromicina ser tão eficaz quanto a Penicilina na cura da faringite estreptocócica, normalmente a Penicilina é escolhida nestes casos, pois erradica a bactéria da garganta com maior frequência, prevenindo uma complicação grave dessas infecções, a febre reumática.

>>>Se estiver no Brasil, visite nossa farmácia online parceira<<<

>>>Se estiver em Portugal, visite as nossas farmácias online parceiras<<<
EuroClinix ou Treated

Cuidados simples para ter com este medicamento

  • Os comprimidos podem ser ingeridos com o estomago vazio ou cheio. Recomenda-se que sejam ingeridos após uma refeição caso o paciente não tolere bem os efeitos gastrointestinais que podem ocorrer.
  • Não existe indicação de alteração de dose para pacientes idosos saudáveis. Alguns dados sugerem que exista uma relação entre Azitromicina e eventos raros de arritmia cardíaca, inclusive a modalidade Torsades de Pointes, sendo mais comum em idosos.
  • Doses normais são indicadas para pacientes com doença renal ou do fígado de grau leve ou moderado. Pacientes com insuficiência renal grave devem ter cautela no uso de Azitromicina.

Interações medicamentosas

Azitromicina não deve ser tomada junto com antiácidos. Pacientes em uso de didanosina, digoxina, anticoagulantes cumarínicos (Warfarin por exemplo), ciclosporina rifabutina, terfenadina devem solicitar orientação médica específica antes de iniciar o uso de Azitromicina.

Principais efeitos colaterais

  • preço azitromicinaEm alguns pacientes se identificou redução reversível, e em pequena proporção, na contagem de neutrófilos. Também já foram identificados distúrbios auditivos em pacientes recebendo azitromicina, mas boa parte desses indivíduos estava em uso de doses superiores às recomendadas e por períodos prolongados.
  • Na maioria das vezes a disfunção foi temporária, tendo sido revertida com a descontinuação do uso da medicação.
  • Eventualmente surgem queixas de desconforto abdominal, com fezes amolecidas e flatulência. Também há relatos de náuseas, vômitos, diarreia falta de apetite e disfunção do fígado.
  • Reações alérgicas se apresentam na forma de erupções cutâneas, vermelhidão e inchaço associados a coceira. Reações mais graves são relativamente raras.
  • Ao eliminar determinadas categorias de bactérias, da boca e do colo uterino, os tipos de bactérias que não são alvo do antibiótico encontram menos competição e podem proliferar. Isso acontece com todos os antibióticos e, no caso da Azitromicina, existe um pequeno risco de se desenvolver monilíase (Sapinho, candidase oral), vaginites e colite do intestino por Clostridium difficile.
  • Também se sabe de indivíduos que tiveram tonturas, convulsões, dor de cabeça, hiperatividade, alterações de sensibilidade, sonolência e desmaio.

Hoje azitromina é classificada como classe B (não há evidência de que existam riscos em humanos), entretanto, não deve ser utilizada levianamente até que estudos mais completos sejam conduzidos. Quanto à amamentação, a droga pode ser excretada no leite, mas não a relato de complicações associadas a esta condição.

Contraindicações

A contraindicação formal é a presença de alergia a qualquer dos macrolídeos ou aos componentes da fórmula.

Os resultados comprovam a eficácia da Azitromicina

Análise 1

Num estudo conduzido sobre otite média aguda nos Estados Unidos a azitromicina foi comparada com uma combinação de Amoxicilina e Clavulonato de Potássio (uma droga de custo relativo um pouco maior), tendo sido estudados e tratados mais de 500 pacientes.

Ao fim de 11 dias as duas medicações tiveram aproximadamente 88% de sucesso, sendo consideradas igualmente eficazes. Com um mês de uso a Azitromicina se mostrou ligeiramente superior em eficácia, com apena um terço dos efeitos adversos da Amoxicilina com Clavulonato de Potássio.

Estudos semelhantes compararam a eficácia de um comprimido de baixo preço, Azitromicina, com a Penicilina V, solução oral também de baixo custo, no tratamento de infecções de garganta (faringites) causadas por estreptococos beta-hemolíticos do Grupo A.

Neste estudo a Azitromicina foi usada uma vez ao dia por cinco dias e a Penicilina V três vezes ao dia por dez dias. No décimo quarto dia os pacientes foram analisados novamente com resultados interessantes.

No grupo da Azitromicina 95% dos pacientes estudados estavam livres da bactéria, mas apenas 73% no grupo na Penicilina V. A Azitromicina teve uma taxa um pouco maior de efeitos adversos (18%, contra 13% no grupo da Penicilina), principalmente diarreia, fezes amolecidas e desconforto gastrointestinal.

Análise 2

A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma afecção intensamente relacionada com o tabagismo, raramente ocorrendo em não fumantes, estando nestes casos associada a condições genéticas.

Um dos pontos mais importantes desta condição é que tais pacientes tem uma tendência muito grande de contrair infecções bacterianas associadas à DPOC. Nestes casos é fundamental uma intervenção imediata para impedir a proliferação do agente infeccioso.

Considerando este cenário, dois membros da família dos macrolídeos (família de antibióticos) foram comparados entre si. Um de baixo preço, Azitromicina, outro de preço mais elevado Claritromicina.

Resultados: a taxa de cura após 3 dias de uso da Azitromicina foi de 85% enquanto a taxa de cura com 10 dias de Claritromicina ficou em 82%, tendo a Azitromicina se mostrado especialmente superior quando a infecção era causada pelo Streptococus pneumoniae (91% contra 78%) ou Moraxella catarrhalis (92% contra 80%).

Por outro lado, a eficácia foi parecida no combate ao Haemophilus influenzae (86% contra 88% da Claritromicina).

No entando, é importante considerar que com certa frequência a Moraxella Catarrhalis ou o Haemophilus influenzae desenvolvem resistência a Azitromicina, podendo ser necessário outro antibiótico.

>>>Se estiver no Brasil, visite nossa farmácia online parceira<<<

>>>Se estiver em Portugal, visite as nossas farmácias online parceiras<<<
EuroClinix ou Treated

Beneficios e vantagens

  • preço azitromicinaPor ser mais resistente a ambientes ácidos, Azitromicina atravessa o suco gástrico do estômago sendo menos afetada que seu predecessor, a Eritromicina, com isso conseguindo melhor absorção.
  • Após a absorção, Azitromicina se acumula em lugares específicos, atingindo por exemplo, uma concentração 10 a 100 vezes maior no pulmão do que no sangue, o que lhe garante alta eficiência no tratamento de doenças respiratórias. Por outro lado, as concentrações na urina são muito baixas, explicando porque a droga não serve para o tratamento adequado das infecções urinárias.
  • Mais uma vez, existe um destaque para o preço, Azitromicina, além de altamente seletiva para o trato respiratório e de ter excelente eficácia no combate às infecções que se propõe a tratar, mantém ótimo custo benefício, pesando pouco no bolso.

Alternativas

Telitromicina, por exemplo, parece ser a droga mais “potente” até então, com menos relatos de bactérias resistentes. Entretanto, foi associada a complicações potencialmente fatais e por conta disso não deve, de maneira nenhuma, ser uma droga de primeira escolha.

Eritromicina é o mais antigo, e menos eficaz, antibiótico do grupo. Ainda tem um risco maior de arritmias e morte súbita, sendo prescrita com muito critério. Uma vantagem em relação à Eritromicina é que a Azitromicina é mais resistente a ambientes ácidos, garantindo uma melhor absorção via oral, com menos efeitos colaterais. Além disso, Azitromicina tem um espectro de ação mais amplo, ou seja, combate uma variedade maior de bactérias que a Eritromicina.

Quanto à Claritromicina, como já foi discutido, não se mostrou superior nas condições que Azitromicina se propõe a tratar. Além disso, quando o assunto é preço, Azitromicina é vendida a um menor custo.

Comparada a outros antibióticos usados para tratar as mesmas doenças, Azitromicina tem uma vantagem sensacional, que é uma prolongada meia vida intracelular (40 a 68 horas) e uma liberação lenta dos tecidos onde se deposita. 

Isso significa que ela fica muito tempo circulando pelo corpo antes de ser eliminada, o que permite tratamentos com apenas uma tomada diária, em dose única, ou por apenas 3 a 5 dias. Ao passo que outros antibióticos destinados às mesmas doenças teriam que ser tomados por 7, 10 ou até 14 dias!

Agora você entende que quando falo de preço, Azitromicina compensa pelo seu avantajado esquema posológico, uma vez que será preciso comprar menos comprimidos.

>>>Se estiver no Brasil, visite nossa farmácia online parceira<<<

>>>Se estiver em Portugal, visite as nossas farmácias online parceiras<<<
EuroClinix ou Treated

Click Here to Leave a Comment Below 0 comments