Escolher e comprar a pílula contraceptiva na internet : o guia completo.

Quer se proteger e não sabe por onde começar ?

Nós damos-lhes as respostas claras e precisas para todas as suas dúvidas sobre o assunto. E ajudar lhes a escolher e comprar a pílula contraceptiva que melhor se adapte às suas necessidades.

O que é a pílula contraceptiva ?

Quando se trata de escolher um método contraceptivo, a pílula contraceptiva, que surgiu em 1956, continua a ser o método preferido de 65% das portuguesas que utilizam contracepção, tornando-a o mais usado para controlar a ovulação e o ciclo menstrual.

Existem centenas de pílulas diferentes no mercado, todas mais ou menos validadas por estudos científicos.

As mais prescritas e as mais tomadas são, no entanto, as minidoseadas ou pílulas micro dosadas.

Eles agem da seguinte forma: Bloqueando a liberação dos óvulos para tornar a ovulação impossível e a concentração do muco cervical para impedir a passagem do esperma. Estes 2 elementos impedem a fixação do óvulo e, portanto, a possibilidade de engravidar.^

Top 5 das pílulas mais prescritas 

Pílula Diane 35

Acheter diane 35Diane 35 é principalmente prescrito como parte do tratamento para acne e excesso de pelos em mulheres. No entanto, pode agir como contraceptivo e é 99% eficaz.

É vendido em embalagens de 21 comprimidos biconvexos redondos, de cor bege. Não é recomendado se tiver dores de cabeça regulares durante a menstruação.

Pílula Cerazette

acheter pilule cerazetteCerazette é considerada como mais de 99% eficaz. É “monocomponente”, isto é, contém apenas um componente, o progestagéneo.

Graças à ausência de estrogênio na sua composiçãoCerazette é mais segura para mulheres que estão amamentando, assim como para mulheres com mais de 35 anos que fumam. Vendida em embalagem de 28 comprimidos.

Pílula Jasmine

pilule jasmineJasmine (Yasmin) é uma pílula contraceptiva de 4a geração.

É 100% eficaz e é vendida em embalagens de 21 comprimidos amarelos pálidos, redondos, com as letras “DO” estampadas num dos lados. Oferece contracepção imediata quando tomada no primeiro dia da menstruação.

 

Pílula Minidril

acheter minidrilMinidril é uma das mais prescritas, sobretudo devido à sua taxa de proteção de 100%. É vendida em embalagens de 21 comprimidos brancos.

Oferece contracepção imediata quando tomada no primeiro dia da menstruação, e deve ser tomada diariamente em horários regulares.

 

Pílula Qlaira

pilule qlairaQlaira é considerada 99% eficaz. É mais conhecida e recomendada por ginecologistas, porque é a primeira pílula contraceptiva orgânica (baseada em estrogênio natural) no mercado.

Ė vendida em embalagens de 28 comprimidos  : amarelo escuro : 2, vermelho : 5, amarelo claro : 17, vermelho escuro : 2, branco : 2.

As grandes famílias de pílulas :

  • A pílula contraceptiva MINIDOSEADA (estroprogestativa) :

Também chamada pílula combinada, é composta, como o próprio nome indica, por duas hormonas diferentes: um estrogénio sintético (etinilestradiol) e um progestógeno sintético. A sua dosagem pode variar de acordo com a pílula escolhida (50, 35, 30, 20 ou 15 microgramas).

É geralmente vendida numa embalagem de 21 comprimidos, para começar a tomar no primeiro dia do seu período. Uma pausa de 7 dias deve ser observada entre 2 embalagens (no momento do seu período menstrual), então deverá começar a tomar novamente a partir do 8º dia (algumas são vendidas em embalagens de 28 comprimidos, que é possível tomar sem interrupção).

As suas vantagens :

  • Tem a vantagem de ser geralmente mais bem tolerada
  • Tende a tornar a menstruação menos longa, menos abundante e especialmente menos dolorosa
  • Permite encontrar uma certa regularidade no seu ciclo
  • Assim que parar de tomar, irá voltar a um ciclo completamente normal.

Os seus inconvenientes :

  • Algumas marcas tendem em causar uma ligeira tomada de peso, acne e retenção de água. Apenas um médico pode ajudá-la a antecipar isso analisando o seu historial médico.
  • No formato 21 comprimidos, é necessário não esquecer de tomar para permanecer protegido.
  • São listados casos de eventos cardiovasculares. O conselho de um médico é importante antes de escolher a sua pílula.
  • Se fumar, é contra-indicada

Em todo o caso, o conselho de um médico é necessário para ajudá-la a escolher um contraceptivo oral adaptado ao seu organismo e ao seu historial médico!

  • A pílula contraceptiva MICRO DOSADA (progestativa) :

Ao contrário da primeira, contém apenas um tipo de hormona: o progestógeno, que pode ser composto de levonorgestrel como de desogestrel, e a dosagem varia de acordo com as marcas das pílulas.

É sistematicamente vendida em embalagens de 28 comprimidos, para tomar no primeiro dia do seu período e, portanto, é contínuo, sem interrupção entre 2 embalagens. A menstruação então ocorre durante a última semana da tomada da pílula.

As suas vantagens :

  • Ela é geralmente bem tolerada, independentemente do seu perfil.
  • O seu formato de embalagens de 28 comprimidos para tomar continuamente ajuda a não “falhar” a retomada de sua pílula após a semana de menstruaçã.
  • Assim como as anteriores, o seu efeito pára assim que parar de tomar a pílula.

Os seus inconvenientes :

  • Pode causar pequenos sangramentos (manchas) e causar regras tão fracas que poderá pensar não ter
  • Algumas marcas tendem a causar uma ligeira tomada de peso, acne e retenção de água. Apenas um médico pode ajudá-la a antecipar isso analisando o seu historial médico.

Como para as minidoseadas, é necessário o conselho de um médico para ajudá-la a escolher uma micro dosada adaptada ao seu corpo e ao seu historial médico!

  • As pílulas contraceptivas sequenciais :

São uma mistura entre microdoseadas e mini dosada. Os primeiros comprimidos de cada embalagem são, portanto, feitos apenas de estrogénio, e os seguintes contêm tanto a hormona de estrogénio COMO progestógeno.

Esse modelo alternado  é suposto reproduzir mais naturalmente o ciclo menstrual da produção hormonal das mulheres.

As diferentes gerações de pílulas 

Existem até hoje 4. Cada geração de pílula corresponde a uma evolução em termos de dosagem e componente de progestinas. Cada nova geração “evoluiu” num conforto reforçado para as utilizadoras, diminuindo os efeitos secundários.

  • Pílulas de primeira geração

Elas quase desapareceram do mercado. As duas últimas ainda disponíveis para venda E reembolsadas ​​pela Segurança Social são a Triella (também conhecida e vendida sob o nome de Loestrin) e a Noriday.

A primeira geração foi reconhecida por seu alto nível de estrogénio (a norethisterone, sempre vendida separadamente para “fujir” as regras ), e pelos seus efeitos secundários bastante desagradáveis, como náuseas, dores de cabeça ou até mesmo inchaço dos seios.

  • Pílulas de segunda geração

Nova geração e mudança de progestógeno, com o aparecimento do levonorgestrel, que foi incorporado para reduzir os efeitos secundários mais problemáticos das pílulas de 1ª geração.

Elas ainda são amplamente prescritas e apreciadas pelas consumidoras. Entre as mais conhecidas estão Adepal, Trinordiol e Daily Gé. Mas as mais prescritas e vendidas continuam a ser Leelo Ge, Minidril e Microgynon.

Todas as 3 são muito bem toleradas, são particularmente adequadas para mulheres que sofrem de menstruação dolorosa (dismenorréia), aos quais podem ser acrescentados menorragia (menstruação intensa) e hipermenorreia (menstruação prolongada).

  • Pílulas de terceira geração

Depois vem então a terceira geração, que marca a chegada de um derivado sintético no lugar de progestógenosanteriores (gestodeno, desogestrel, norgestimato e dienogest). Esta geração tem como objetivo reduzir os efeitos secundários das gerações anteriores, ou seja, crises de acne, dor no peito e náuseas.

As pílulas de 3ª geração mais conhecidas são, sem dúvida, a Diane 35 (originalmente considerada anti-acne), a Mercilon (conhecida pelos seus efeitos contra a endometriose) e a Cerazette, uma das mais vendidas.

  • Pílulas de quarta geração

Finalmente, a quarta geração e, portanto, a mais recente a aparecer no mercado, é criada com base num progestógeno sintético completamente novo (drospirenona ou clormadinona). Mais uma vez, elas devem agir especialmente contra a acne, mas também têm a distinção de ser menos dosados ​​em hormonas e, portanto, têm menos efeitos secundários desagradáveis ​​para as consumidoras.

As pílulas mais famosas desta geração são a Jasmine (e os seus efeitos diuréticos interessantes para reduzir a retenção de água e a hipertensão), mas também a Qlaira, a primeira pílula 100% natural, também entre as mais vendidas em Portugal.

A lista completa das pílulas disponíveis

O guia abaixo permite-lhes comparar e obter mais informações sobre as pílulas mais conhecidas. Estão classificadas de acordo com sua geração. Poderá aceder a listagem completa de algumas clicando no nome delas.

Todas as pílulas de primeira geração

Triella
Loestrin
Noriday
Binovum (Já não esta a venda)

Todas as pílulas de segunda geração

TronordiolTrirégol (TriNordiol)
AmaranceZikial
Daily GéAdepal
EvaneciaPacilia
PerleaneOptilova
MinidrilStediril
MicrovalLovavulo
LudealLeeloo
Ovranette Microgynon

Todas as pílulas de terceira geração

CarlinDiane 35Getdone/Eth. ArwMinulet
CerazetteEdenelleHarmonetMoneva
CilestEfezialMarvelonOptinesse
Co-CyprindiolEffiprevMelianePerleane C
CycleaneFelixitaMelodiaPhaeva
DesobelFémodèneMercilonSylvian
Desogest. Ethin. BGAGestodene/Eth. ActavisMicronorTriafemi
DesogesterelGestodene/Eth. ActavisMinesse Tricilest
Tri-Minulet Varnoline C Varnoline continu

Todas as pílulas de quarta geração

BelanetteJasminelle
BelaraJasminelle continu
ConvulineQlaira
DrospibelRimendia
Ethinyl/Drosp. BgaoYaz
Yasmin Zoely

Como funciona a contracepção oral, e como impede de engravidar ?


A contracepção oral age a 3 níveis diferentes para prevenir a gravidez:

  1. Bloqueando a ovulação :No seu corpo, existem 2 hormonas responsáveis ​​pela ovulação mensal (hormona folículo-estimulante (FSH) e hormona luteinizante (LH)). Ao diminuir a concentração no sangue dessas hormonas, as pílulas combinadas irão impedir a ovulação e, assim, reduzir o risco de engravidar. As pílulas só de progestógeno não funcionam a este nível.
  2. Fechando o caminho aos espermatozoides : O progestógeno contribuirá para o adensamento do muco cervical, de modo a torná-lo impenetrável pelos espermatozoides masculinos e, assim, impedir qualquer fertilização.
  3. Tornando a nidação impossível: Por fim, as pílulas combinadas também atuam ao nível do revestimento uterino, tornando-o impróprio para a implantação de um embrião.

Esses efeitos combinados tornam a pílula contraceptiva, uma das formas mais seguras de contracepção a ser usada.

Dosagem : como tomar a pílula ?

O método varia consoante a marca, E depende se a embalagem contém 21 ou 28 comprimidos. E, inevitavelmente, especialmente pela primeira vez, tudo isso pode parecer um pouco complicado!

Em geral, a embalagem deve ser iniciada no primeiro dia do período para fornecer proteção imediata. Qualquer começo tardio não irá causar proteção por um período de cerca de uma semana, durante o qual o preservativo será seu melhor amigo para evitar engravidar!

  • Embalagem de 21 comprimidos :

Apenas as pílulas minidoseadas se encontram sob a forma de embalagens de 21 comprimidos.

  • Tome a pílula no primeiro dia do período. Uma dica: escreva esse dia no seu telefone ou num bloco de notas, porque é nesse dia que todos as futuras embalagens irão começar !
  • Tome a pílula todos os dias durante 21 dias, a horários fixos, se possível, para evitar qualquer esquecimento. Um lembrete no seu telefone, ou a associação “tomar a pílula – ação diária” pode ajudá-la (por exemplo: tomar apenas após escovar os dentes, na hora de dormir, etc …).
  • Pare tudo no 22 dia, e observe uma pausa de 7 dias durante os quais a sua menstruação irá se manifestar.
  • A partir do dia 8, reinicie uma embalagem, e repita tudo !

Estará protegida durante a tomada, mas também durante a semana de “pausa”. É aconselhável tomar novamente a embalagem seguinte a partir do 8º dia. Se esquecer por mais que algumas horas, não estará protegida adequadamente.

  • Embalagem de 28 comprimidos :

Dependendo da marca, a sua pílula, que seja minidoseada ou micro dosada, virá numa embalagem de 28 comprimidos.

  • Tome a pílula no primeiro dia do período. Uma dica: escreva esse dia no seu telefone ou num bloco de notas, porque é nesse dia que todos as futuras embalagens irão começar !
  • Tome a pílula todos os dias durante 28 dias, a horários fixos, se possível, para evitar qualquer esquecimento. Um lembrete no seu telefone, ou a associação “tomar a pílula – ação diária” pode ajudá-la (por exemplo: tomar apenas após escovar os dentes, na hora de dormir, etc …).
  • No fim da embalagem, tome diretamente no 29 dia uma embalagem nova, sem observar uma pausa entre as 2.

Aqui também, estará protegida durante toda a tomada. Note, no entanto, que se esquecer de tomar a pílula por mais de algumas horas, não estará devidamente protegida e terá que usar contraceptivos alternativos até o próximo ciclo.

Prescrição, receita médica e reembolso da pílula

Exceto em casos específicos (rapariga menor), é obrigatório ter uma receita médica para obter estes contraceptivos. Esta pode ser obtida através de um médico, mas também de uma obstetriz ou de um ginecologista. Note, no entanto, que seja qual for a escolha, para ter um reembolso máximo, deverá ter declarado um médico de família.

Sem receita médica, nenhuma farmácia pode entregar-lhes a sua pílula contraceptiva. Por favor, note, que também é possível obter esta prescrição online, no site da nossa farmácia associada aprovada.

A maioria das pílulas agora é reembolsada até 65% pela segurança social. No entanto, desde 2001, e dos vários escândalos relacionados à tomada de pílulas de 3ª e 4ª geração, estas não são mais (ou quase) reembolsadas. Somente as de primeira e segunda geração ainda são quase totalmente cobertas.

Casos específicos : desde janeiro de 2014, as jovens com idade inferior a 15 anos podem obter contracepção oral gratuita, mas também beneficiam de o pagamento da parte obrigatória de uma consulta ou exames médicos relacionados à obtenção de contracepção.

Vantagens e limitações deste método de contracepção :

As principais vantagens são as seguintes :

  • Se seguir o tratamento corretamente, a pílula contraceptiva é mais do que 99,9% eficaz contra a gravidez.
  • Ajuda a regular o sistema hormonal, permitindo que sofra mais de impulsos hormonais descontrolados.
  • O seu ciclo menstrual é regularizado e o período irá ser menos abundante e sobretudo mais regular.
  • Como o ciclo menstrual é criado artificialmente pela pílula contraceptiva, os sintomas que o precedem, como dores de estômago, dores de cabeça e até náusea, não se irão mais se manifestar.
  • O tratamento é discreto (uma pílula para engolir por dia) e pode ser seguido desde as primeiras relações sexuais.

No entanto, mantém alguns “limites” que são :

  • Não protege contra DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis) ou IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis). Só os preservativos são eficazes contra DST e IST a 100%. Não permite substituir o preservativo!
  • Para ser a 100% eficaz, deve ser tomada todos os dias à mesma hora. Qualquer esquecimento pode levar ao risco de ovulação.
  • Como existem muitas pílulas diferentes com dosagens diferentes, é possível que precisa experimentar várias antes de encontrar uma que melhor se adapta ao seu corpo. Não hesite em pedir conselhos ao seu médico / ginecologista!
  • Continua sujeita a receita médica. Ela deve ser renovada a cada três meses pelo seu médico. Uma vez obtida a primeira receita, você pode renová-la diretamente na Internet para ser mais rápido e evitar uma consulta.

Possíveis efeitos secundários e contra-indicações

Entre todos os contraceptivos disponíveis, a pílula contraceptiva é, sem dúvida, a que é objeto de maior atenção, polêmica e, portanto, questionamentos sobre sua eficácia e o seu efeito sobre a saúde.

Se a resposta a questão da eficácia da pílula é um grande SIM (veja abaixo para mais detalhes), a resposta a questão de saber se tem ou não efeitos secundários também é positiva.

Este é particularmente o caso da última geração de pílulas, que apesar dos avanços médicos supostamente as “embrandecerem” em comparação com as primeiras gerações. Aparecem agora novos problemas relacionados ao risco de trombose venosa, que estão a subir acentuadamente de acordo com a agência nacional de segurança de medicamentos.

Onde apenas 0,5 a 1 em cada 10 mil mulheres que não usam pílulas sofrem de trombose, essa proporção aumenta para 2 / 10.000 para utilizadoras de pílula de segunda geração e para 3-4 / 10.000 para pílulas de 3ª geração. geração!

No entanto, esta análise deve ser especificada, lembrando que dois fatores-chave contribuem para o aumento maciço dos riscos:

  • O facto de ter mais de 30 anos
  • O facto der estar com excesso de peso

Outros elementos “secundários” podem ter um impacto no grau de risco :

  • O facto de fumar
  • O facto de ter diabetes e / ou glicemia aguda
  • O facto de tomar certos medicamentos cuja composição pode torná-los impróprios para “coabitação” com a contracepção oral. Este é o caso de muitos barbitúricos e pílulas para dormir, certos anti-epilépticos, anti-convulsivos ou anti-asmáticos, mas também da maioria dos medicamentos contra infecções fúngicas de todos os tipos.

Por todas estas razões, a consulta de um médico ou ginecologista é realmente importante, para proceder à análise que irá permitir a prescrição da pílula mais adequada à sua situação (idade, peso, histórico médico, etc …).

Por falar de historial médico, algumas condições levam logicamente a uma contraindicação clara de tomar a pílula. Aqui estão as mais conhecidas:

  • Se tem ou teve trombose, embolia pulmonar ou flebite.
  • Se sofre ou alguma vez sofreu de AVC
  • Se sofre ou alguma vez sofreu de pressão alta
  • Se sofre ou alguma vez sofreu um cancro da mama e do colo do útero
  • Se sofre ou alguma vez sofreu uma doença auto-imune
  • Se sofre ou alguma vez sofreu anomalias genitais
  • Se sofre ou alguma vez sofreu infecção grave do fígado (hepatite)
  • Se estiver grávida
  • Se estiver amamentando

Para concluir: NÃO, a pílula não é perigosa. Mas SIM, deve ser prescrita levando em conta vários elementos que só um médico poderá analisar, para lhe propor a marca mais adequada à sua situação.

A pílula contraceptiva é eficaz ?

SIM, sim e sim !

Seja o que for o que se pense e, sem negar os efeitos secundários inerentes a esse modo de contracepção, ele permanece extremamente eficaz.

De facto, quando é tomada de forma correta, estima-se que a taxa de eficácia atinja 99%!

Com uma pequena vantagem para as pílulas minidoseadas (estroprogestativas) em comparação com as pílulas micro dosadas (progestativas) notadas “apenas” a 96%.

Isso significa que quase todos os acidentes relacionados à contracepção oral não são devidos a pílula em si … Mas ao seu modo de administração. O esquecimento é, o motivo número 1 da gravidez indesejada apesar da tomada da pílula!

Conclusão: confie na pílula e tenha cuidado para não esquecer 🙂 .

Cuidado com os preconceitos

Existem muitos preconceitos sobre o facto de tomar pílulas contraceptivas, vamos então olhar para os mais “conhecidos” e tentar fornecer uma resposta construtiva e precisa.

  • A pílula faz engordar :

Isso está errado. Não afeta diretamente a tomada de peso. Pode, no entanto, afetar o seu apetite e aumentá-lo, fazendo com que você tenha vontade de petiscar, ou apenas de comer mais durante as refeições. Este efeito secundário é, no entanto, geralmente limitado no tempo e cada vez mais raro com a última geração de pílulas.

  • A pílula diminui a libido :

Isso é verdadeiro e falso ao mesmo tempo … de acordo com um estudo realizado sobre o assunto em 2007, 20 a 40% das mulheres que tomam a pílula dizem sentir uma diminuição do seu desejo sexual. É verdade que algumas marcas, de acordo com sua dosagem, podem diminuir a secreção de testosterona, a hormona do desejo, e assim impactar o aparecimento “regular” dele.

Por outro lado, a segurança fornecida pela pílula também permite que algumas mulheres aumentem o seu desejo, eliminando o “risco” de engravidar. O que é certo, então, é que tudo é uma questão de escolher a pílula certa. Porque a pílula errada pode realmente reduzir a sua libido, mas tem em geral consequências muito mais graves. Daí a importância de consultar ANTES de escolher!

  • Não pode fumar enquanto toma a pílula

Pode fumar enquanto toma a pílula. Mas apenas se tiver MENOS de 35 anos, e apenas se não estiver a tomar uma pílula combinada. O risco é sofrer um miocárdio. Mas este tipo de doença só ocorre EM mulheres com mais de 35 anos de idade E a tomar uma pílula combinada.

Então … se puder evite fumar, é melhor (para sua saúde em geral). Mas se tiver menos de 35 anos e tomar a pílula, ou tem mais de 35 anos e toma uma pílula não combinada, estará segura.

  • A pílula faz sentir-se deprimida

Não há um estudo que demonstre a relação CAUSA-EFEITO da pílula com a depressão. No entanto, em pacientes já sensíveis, nota-se que a pílula pode ter um efeito amplificador (estudo Dinamarquês sobre o assunto, datado em 2016). Daí a importância de consultar antes de tomar a pílula para obter um perfil médico completo para poder escolher a pílula CERTA para você !

  • A pílula provoca acne

Em adolescentes, os picos hormonais associados a uma pílula mal dosada podem, de facto, acentuar os ataques de acne. Por outro lado, algumas pílulas são bastante conhecidas para DIMINUIR as crises de acne (especialmente a pílula Diane 35).

Ela não vai curar a acne, mas “ESCONDER” o seu efeito, ao colocar o sistema endócrino em repouso. Isso significa que, enquanto você tomar a pílula, tudo estará “sob controle”, mas no dia em que você parar, se ainda tiver problemas hormonais, as suas crises poderão voltar.

É importante no início validar a sua situação hormonal e não ver a pílula como uma solução milagrosa. Se você sofre de ataques de acne, tente tratar isso em paralelo da sua a contracepção.

  • A pílula aumenta os riscos de trombose

Isso é verdade sobretudo com pílulas de 3ª e 4ª geração, mas novamente, principalmente para mulheres já com um risco inicial. Daí a importância de consultar, ANTES de tomar uma pílula nova, e de avaliar o seu perfil médico para poder escolher uma pílula adaptada a nível da dosagem.

O risco está presente, como acontece com cada medicamento, poderá ter efeitos secundários e complicações. Os diferentes escândalos com pílulas de 3ª e 4ª geração o provam, terá que ter cuidado ao escolher. Não leve isso de ânimo leve !

O que fazer em caso de  ?

Esquecer um comprimido a irá colocar em risco de gravidez. Se tende a esquecer esse tipo de coisas, a aconselhamos a planejar com um lembrete no seu telefone, ou a colocar uma nota na sua maquina de café, ou em qualquer lugar em que tiver a  certeza de passar todos os dias. A tempo fixo!

  • Se se esquecer de menos de 12 horas : tome a pílula esquecida imediatamente e continue o resto da embalagem à hora habitual.

Acidente de contracepção: a opção pílula do dia seguinte

No caso de um acidente de contracepção (esquecimento ou perda de pílula, rompimento do preservativo, relação sexual desprotegida, etc.), é aconselhado agir rapidamente para evitar qualquer risco de gravidez. A solução mais eficaz é a pílula do dia seguinte. Esta pílula, eficaz até 72 horas, pode reduzir significativamente qualquer risco de gravidez.

Em modo geral, é reconfortante ter uma pílula do dia seguinte em reserva disponível para evitar o stress da farmácia fechada no sábado à noite!

Apenas 2 pílulas do dia seguinte estão autorizados para venda: Norvelo e Ella One.

E a pílula contraceptiva para os homens ?

Várias pesquisas estão em curso sobre um método que bloquearia a produção de espermatozoides nos homens, sem lhes afetar a ereção e a libido.

Por enquanto, não surgiu ainda nenhuma pílula confiável, mas a pesquisa continua !

Onde comprar a sua pílula contraceptiva ?

Distribuídas em farmácia com receita médica, também é possível comprar a sua pílula, patch ou anel online. Na nossa farmácia associada pode encomendar a sua pílula e beneficiar dos seguintes benefícios:

  • Consulta grátis e discreta com um médico aprovado pela União Europeia
  • Renovação grátis da sua receita
  • Entrega dentro de 24 a 48 horas
  • Pagamento por cartão de crédito (Visa ou Mastercard) ou transferência bancária
  • Serviço pós-venda disponível por email e telefone todos os dias da semana

Selecione a sua pílula na lista fornecida acima para aceder a uma ficha completa e um formulário de compra.

Voltar à lista das pílulas

Escolher e comprar a pílula contraceptiva na internet.
4.9 (98.96%) 77 votes